Como fazer meu filho perder a vergonha do aparelho auditivo?

Como fazer meu filho perder a vergonha do aparelho auditivo?

Como fazer meu filho perder a vergonha do aparelho auditivo?

Não é fácil se acostumar com o aparelho auditivo, ainda mais quando você é criança. Nesses casos, é bastante comum sentir vergonha da prótese. Pensando nisso, separamos 7 dicas para auxiliar os pais na missão de fazer os filhos perderem a vergonha do aparelho auditivo:

1. Busque conhecimento e entenda a importância do tratamento

É importante que você, como pai/mãe, supere o diagnóstico da perda auditiva para influenciar seu filho a fazer o mesmo. Para isso, nada melhor do que buscar o máximo de conhecimento possível sobre o assunto para transmitir informações com clareza. Além disso, é importante que os pais estejam familiarizados com a situação para se sentirem seguros e passar essa segurança à criança. Um dos principais pontos a serem levantados é que seu filho não precisa sentir vergonha de um aparelho que só vai trazer benefícios para ele.

2. Tenha contato com outras pessoas que usam aparelho auditivo

Num primeiro momento seu filho vai se sentir diferente e deslocado. Trocar experiências com outras pessoas que já usam aparelho auditivo há mais tempo vai tranquilizá-lo, principalmente se a conversa acontecer com pessoas da mesma faixa etária. Uma opção é procurar grupos de deficientes auditivos na sua cidade.

3. Procure por sites e blogs sobre o assunto na internet

Sites e blogs especializados podem trazer muita informação, histórias de pessoas com deficiência auditiva e experiências que vão ajudar tanto você quanto o seu filho a conviverem melhor com os problemas auditivos. Algumas sugestões são:

Desculpe não Ouvi

Crônicas da Surdez

Surdo para Surdo

Igualmente Diferentes

4. Customize o aparelho auditivo

Se a aparência do aparelho auditivo for um problema, você pode buscar por empresas que vendem plugs de personagens e super heróis e peças de customização como adesivos com pedrarias. Essa medida é válida e pode ser bastante eficiente, principalmente se o seu filho for criança.

5. Busque por ajuda nos ambientes que a criança frequenta

Na escola, principalmente, é importante avisar professores, diretores e funcionários sobre a deficiência auditiva e orientá-los a como lidar com a situação. Seu filho precisa se sentir à vontade para que possa encontrar ajuda caso precise. É importante que eles fiquem atentos para que a criança não passe por situações preconceituosas.

6. Se necessário, coloque seu filho na terapia

O apoio de um psicólogo ou terapeuta pode ajudar em alguns casos. Eles podem abordar o tema com a sensibilidade adequada e entender a fundo os problemas da criança com o aparelho auditivo.

7. Converse com seu filho

As crianças têm uma capacidade muito maior do que imaginamos de entender as coisas ao seu redor. Converse, explique, não tenha medo de responder os questionamentos do seu filho. Se não souber a resposta, procure ajuda do fonoaudiólogo responsável. Outro ponto importante é: nunca minta para a criança sobre a situação. Isso pode até funcionar num primeiro momento, mas só vai trazer frustrações e desgaste emocional no futuro.

Tenha em mente que não é uma fase fácil para o seu filho, mas que pode e vai ser superada quando ele entender os benefícios do aparelho auditivo. Não deixe de procurar ajuda se necessário e sempre que tiver dúvidas peça orientações para o médico responsável.

Voltar para Notícias