Labirintite é como impressão digital

Labirintite é como impressão digital

Labirintite é como impressão digital

“Deitado, ao virar para o lado, tudo gira?”

Quero compartilhar, este mês, a alteração labiríntica mais comum pela literatura e na minha prática clínica de 18 anos.

Quem nunca ouviu alguém dizer que viu o mundo rodar? Isso mesmo, o mundo gira literalmente. Um sintoma muito desagradável com sensação de morte, como eles descrevem. Chamamos de vertigem a tontura quando a cabeça ou as coisas giram. Se ela ocorre ao mover a cabeça (estender roupa no varal, virar para o lado deitado…) e/ou o tronco, dura menos de um minuto e você nunca havia sentido isso antes… Pronto! Grande chance ser VPPB  (Vertigem Posicional Paroxística Benigna). Pode ser acompanhado de calor, sudorese, náusea, vômito, palidez, taquicardia ou não.

Quando as Otocônias, chamadas popularmente de “cristais” se deslocam, o mundo gira ao deitar ou levantar a cabeça

Claro que para este diagnóstico é necessária uma avaliação do médico otorrinolaringologista ou neurologista. Eles irão solicitar exames (audiometria: exames vestibulares como vectoeletronistagmografia com pesquisa do nistagmo de posição e posicionamento, que são feitos pela fonoaudióloga; exames laboratoriais; entre outros que eles acharão necessários). Existem vários tipos de labirintopatias, por isso, a importância da avaliação de especialistas.

Não deixe a tontura prejudicar sua qualidade de vida

Frequentemente, atendo muitos pacientes que sofrem deste mal e não tem um diagnóstico nem tratamento adequado por falta de conhecimento e busca destes profissionais. É de competência deles e/ou do fonoaudiólogo uma manobra fácil, rápida e muito eficaz para o total desaparecimento dos sintomas da labirintite.

Muitas vezes, uma ou duas manobras são suficientes para este tratamento e os sintomas desaparecem totalmente e sem medicação.

FONTE: Juliana Arbex Avelar/Fonoaudióloga/Especialista em Audiologia/Empresária da Acurys Aparelhos Auditivos Siemens

Voltar para Notícias