Protetor auricular: qual a importância?

Protetor auricular: qual a importância?

Protetor auricular: qual a importância?

O protetor auricular é utilizado para proteger de altos níveis de ruído, amenizar desconfortos acústicos, proteger contra frio, chuva e ventos fortes. Além disso, também é utilizado por músicos e praticantes de esportes aquáticos, para proteção do canal auditivo contra demais agentes.

Porém, seu principal uso é como equipamento de proteção individual (EPI), conceituado pela norma regulamentadora n°06 (NR-6), como sendo “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”.

Exposições em excesso podem provocar alterações temporárias, como o zumbido no ouvido. Esses efeitos de curto prazo tendem a desaparecer após alguns minutos ou depois do afastamento da fonte ruidosa. No entanto, repetidas exposições a ruídos mais intensos podem conduzir a uma perda auditiva permanente.

Por que é importante

Como a perda da audição é gradativa, o trabalhador só percebe quando o processo já está em nível avançado. As pessoas que sofrem essa perda começam a ter dificuldades para perceber os sons agudos do dia a dia, como toques de telefones, apitos, campainhas. Posteriormente, começam a ter dificuldades de escutar as outras pessoas. Sendo assim, o uso do dispositivo de proteção ajuda a proteger a saúde auditiva.

Quando deve ser utilizado

O ouvido é uma região muito sensível do corpo humano e está exposto a diversos riscos no nosso dia a dia, tanto no ambiente profissional quanto no lazer. Porém, no ambiente de trabalho, existem limites de tolerância para evitar futuras complicações e ameaças à saúde do trabalhador.

O ruído é o principal risco existente que ameaça a saúde da audição nos locais de trabalho. Respeitar as normas de segurança é essencial para a proteção auditiva eficaz para a prevenção dos riscos existentes! Por isso, quando não é possível eliminar ou reduzir os ruídos, é importante o uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI): o protetor auricular. Esse protetor consegue diminuir o som e permite proteção adequada ao trabalhador.

E é claro que, além de ser um item de uso obrigatório em alguns ambientes de trabalho, também pode ser utilizado no dia a dia para proteger a audição de crianças e adultos.

Tipos de protetor auricular

Existem vários tipos de protetores auriculares no mercado, mas é necessário adquirir o correto para cada atividade e nível de ruído. Existem 3 tipos principais:

Silicone ou plug –  é confeccionado de 100% silicone, totalmente lavável e higiênico. Pode durar por muito tempo quando higienizado e armazenado de maneira correta. Disponível em várias cores.

Espuma – por ser fabricado de espuma, é possível ser totalmente moldável, sendo ajustado à todos os canais auditivos e proporcionando conforto total. É confeccionado em tamanho único e é descartável, indicado para visitantes, inspeções ou quando o uso se faz num curto espaço de tempo, pois não é 100% eficaz.

Concha – possui esse nome por conta de seu formato, que lembra um fone de ouvido externo. É confeccionado em material plástico e possui bordas almofadadas com espuma e arco tensor com ajuste de alta resistência. Proporciona ótimo conforto.

Prevenir as doenças ocupacionais faz parte do dia a dia dos profissionais da segurança do trabalho. Por isso, além do protetor auricular, o empregador também deve oferecer a audiometria ocupacional para os seus funcionários.

Voltar para Notícias