Aparelhos auditivos beneficiam o cérebro

Aparelhos auditivos beneficiam o cérebro

Aparelhos auditivos beneficiam o cérebro

Você sabia que quem ouve é o cérebro? Com essa informação, imagine o quanto os aparelhos auditivos beneficiam o cérebro!

Pois é, na verdade, quem ouve é o cérebro. O papel do ouvido é captar os ruídos e transmiti-los ao cérebro que, então, entende o que significa o som. Por isso, cuidar da sua audição traz benefícios muito além de ouvir.

Confira nas próximas linhas como o uso de aparelhos auditivos pode beneficiar sua saúde cerebral.

Como os aparelhos auditivos beneficiam o cérebro?

Melhora na sua saúde mental, cerebral, física e emocional. É o que você terá usando aparelhos auditivos. Isto porque a perda auditiva não tratada aumenta a probabilidade de doenças ligadas ao cérebro.

Imagine que você pare de usar cada vez mais sua mão direita. Chegará um tempo em que ela atrofiará, já que os músculos e nervos da área não mais estimulados. Podemos pensar neste exemplo para entender como os aparelhos auditivos beneficiam o cérebro.

Os dispositivos ajudam na transmissão dos sons ao cérebro, o que faz com que o órgão continue a receber estímulos. Assim, a atividade cerebral se mantém em funcionamento.

É o que também mostra um estudo realizado no Reino Unido pela Universidade de Exeter e King’s College London, em 2019. Segundo a pesquisa, o uso de aparelhos auditivos ajuda na proteção do cérebro, além de reduzir o risco de demência.

Isto porque, pessoas que utilizam aparelhos auditivos devido à perda auditiva pela idade mantém melhor as atividades cerebrais. Ao passo que pessoas que não usam aparelhos auditivos apresentam menor desempenho em relação à memória e atenção.

De acordo com a Dra. Corbett, integrante da pesquisa, o “trabalho, um dos maiores estudos, observa o impacto que causa o uso de aparelho auditivo e o mesmo sugere que o uso de aparelho auditivo pode, na verdade, proteger o cérebro”.

Quais os benefícios dos aparelhos auditivos para o cérebro?

Quando você utiliza aparelhos auditivos, está melhorando a atividade de um sentido que, por algum motivo, foi prejudicado: a audição.

Idosos: aparelhos auditivos no combate à demência

Para além de ouvir, o uso dos aparelhos auditivos pode prevenir doenças ligadas ao cérebro, como Alzheimer e Parkinson, por exemplo, principalmente em pessoas idosas.

Isto porque, segundo um estudo da Universidade Jhons Hopkins, nos Estados Unidos, cada dez decibéis perdidos na audição elevam em 27% o risco do surgimento de doenças cerebrais.

Os pesquisadores acompanharam 639 pessoas entre 36 e 90 anos por um período de 18 anos, e constataram que a perda auditiva não tratada tende a levar os idosos ao isolamento social. Assim, doenças como a depressão podem ocorrer.

Por fim, o estudo sugere o uso de aparelhos auditivos como um tratamento eficaz e que traz melhorias para a vida do paciente.

Crianças: aparelhos auditivos ajudam na aprendizagem e na linguagem

A perda auditiva não tratada em crianças pode causar atraso no processo de aprendizagem e na linguagem.

Por isso, o uso de aparelhos auditivos beneficia o cérebro dos pequenos, já que estimula as funções cerebrais e permite à criança se desenvolver e aprender com mais facilidade, além de possibilitar a interação com outras crianças.

Adultos: aparelhos auditivos melhoram a qualidade de vida

Imagine só, no meio de um dia corrido de trabalho, você ainda ter que se esforçar para conseguir ouvir e entender o que as pessoas falam. Os aparelhos auditivos podem tornar o dia menos cansativo e estressante, já que você não precisará ouvir várias vezes a mesma coisa para então entender.

Quando você ouve e entende as pessoas, o convívio social não é uma ameaça e você não se isola do mundo. Conviver com amigos e familiares diminuiu as chances de você desenvolver uma doença mental muito comum, infelizmente: a depressão.

Segundo dados de 2019 da OMS, o Brasil é o país mais deprimido da América Latina, com 5,8% de toda a população enfrentando doenças como depressão e ansiedade. Por isso, cuidar da sua audição pode ajudar que você não faça parte desta estatística.

A OMS também alerta que de todas as pessoas com perda da audição no mundo, somente 17% fazem uso de aparelhos auditivos. Os outros 83% ainda não se beneficiam dos aparelhos e vivem com as consequências da surdez.

A Acurys pode ajudar você

Aqui na Acurys, atuamos desde 2008 no cuidado à saúde auditiva para que você tenha uma boa qualidade de vida. Nossa equipe especializada de fonoaudiólogas está sempre preparada para atender você com a tecnologia e exclusividade da marca Signia.

E durante a pandemia não seria diferente. A Acurys continua atendendo você com o carinho e atenção de sempre, agora seguindo todas as recomendações de segurança e higienização da OMS.

Marque sua avaliação na Acurys e venha cuidar da sua audição.

Voltar para Notícias