Como estimular crianças com perda auditiva?

Como estimular crianças com perda auditiva?

Como estimular crianças com perda auditiva?

É normal ter várias dúvidas quando você descobre que seu filho tem perda auditiva. Por exemplo, sempre ouvimos que as crianças precisam escutar para aprenderem a falar, mas e no caso das que possuem deficiência auditiva?

Elas não devem ser consideradas diferentes das outras. Elas podem se desenvolver normalmente, principalmente com o apoio da família, da escola e da sociedade para que se sinta acolhida e confiante. Ter um problema auditivo não significa que as crianças serão isoladas e solitárias.

1. Tratamento correto

Os primeiros testes auditivos são feitos ainda na maternidade, mas algumas crianças desenvolvem problemas tardios. Somente o médico pode fazer uma avaliação detalhada e indicar o melhor tratamento para o seu filho. Por isso, ao menor sinal de problema auditivo, marque uma consulta. Se for necessário algum tipo de exame ou tratamento, siga-o corretamente.

2. Vença os seus preconceitos

Você precisa se conscientizar de que deve incentivar o seu filho a fazer uso do que for necessário para obter melhor qualidade de vida. Por isso, é preciso que os pais vençam o preconceito com o aparelho auditivo ou implante coclear para transmitirem segurança aos filhos.

Muitas vezes, principalmente em idades mais avançadas, as crianças se recusam a fazer uso do aparelho do aparelho auditivo. Para lidar com essa situação, separamos algumas dicas de como fazer seu filho perder a vergonha do aparelho auditivo.

3. Paciência e clareza

Falar calmamente e próximo às crianças, para que elas possam observar sua boca movendo e fazer leitura labial ajuda na compreensão. Se for necessário, é preciso ter paciência para repetir quantas vezes forem necessárias, tomando cuidado para não demonstrar quando fica irritado por ter que repetir a informação. Essa irritação só vai deixar a criança mais insegura em relação à sua perda.

4. Inclusão

Converse com a escola e com as instituições que seu filho frequenta para traçar estratégias de inclusão da criança nas atividades do dia a dia, como por exemplo nos passeios da escola. Você pode propor um treinamento ou palestra para os professores saberem lidar da melhor forma com a situação. Lembre-se que até você teve que buscar mais informações para dar a melhor assistência para o seu filho, certo? Uma boa ideia é conversar com pessoas que também possuem filhos com perda auditiva para se sentir mais seguro. A troca de experiências será muito benéfica.

Nunca se esqueça de encorar a criança com palavras de incentivo, seja para participar das atividades ou para perder a vergonha do aparelho auditivo. Os pais são o exemplo que a criança vai buscar seguir, por isso é muito importante passar segurança e confiança para os pequenos.

Se o seu filho não tem perda auditiva mas você está preocupado com a prevenção, preparamos também um post com 5 maneiras de cuidar da audição das crianças.

Voltar para Notícias