fbpx

Como lidar com a coceira no ouvido? Saiba o que fazer

Como lidar com a coceira no ouvido? Saiba o que fazer

Lidar com a coceira no ouvido pode ser extremamente desconfortável e complicado. Ela é geralmente causada por questões fáceis de resolver, como por exemplo o canal do ouvido seco, a produção insuficiente de cera ou o uso de aparelhos auditivos. 

Embora a sensação de desconforto pode criar uma vontade incontrolável de coçar o canal auditivo, porém essa ação pode ser extremamente perigoso para a saúde auditiva. No entanto, coçar os ouvidos constantemente pode causar ferimentos. 

No caso de coceiras constantes, deve se procurar um otorrinolaringologista imediatamente. 

As principais causas de coceira no ouvido

  • Pele seca. A falta de produção de cera, que tem propriedades lubrificantes, pode deixar a pele seca e causar coceiras.
  • Dermatite. Ela é uma reação alérgica da pele que gera vermelhidão, coceira e descamação.
  • Psoríase. É uma doença autoimune da pele que não tem cura e causa manchas, escamas, pele ressecada e rachada.

Esses sintomas podem ser facilmente resolvidos com tratamentos específicos determinados por médicos. Porém, se ocorrer sintomas como sangramento, liberação de líquidos ou até mesmo sentir uma perda de audição, é necessário procurar a origem do problema. 

Tratamento

O tratamento ocorre de acordo com o fator que está provocando a coceira no ouvido. Portanto, em casos pele seca ou falta da produção de cera, é recomendado o uso de soluções lubrificantes.

No caso de alergias, é recomendado tomar anti-histamínicos ou até mesmo o uso de pomadas com corticoide. Na presença de infecções, pode se tornar necessário o uso de antibióticos.

Não é recomendado o uso de receitas caseiras para solucionar o problema da coceira no ouvido. A consulta com um otorrinolaringologista antes de utilizar alguma delas. 

Coceira no ouvido pode levar a infecções graves e otites. Deve ser evitado o uso de cotonetes ou outros objetos. Portanto, procure um médico imediatamente se estiver sentindo algum dos sintomas citados.

Voltar para Notícias