DJ Alok faz seu primeiro show acessível para surdos

DJ Alok faz seu primeiro show acessível para surdos

O DJ Alok realizou o seu primeiro show acessível para surdos, provando que a música é capaz de conectar e unir todos os tipos de pessoa. E foi isso que aconteceu nesse dia, após realizar o primeiro show de música eletrônica com tradução para Libras do Brasil!

O evento ocorreu em comemoração aos 20 anos do parque de diversões Hopi Hari, em São Paulo. Com o nome de “Celebration”, o evento  aconteceu dia 30 de novembro de 2019.

A especialista em tradução e interpretação em Libras, Mariana Lima, foi a responsável por traduzir todo o show. Os maiores sucessos de Alok foram traduzidos, e entre eles estavam as músicas “On & On”, “Hear Me Now”, “Ocean”, “Table For Two”, entre outras.

Prêmios e reconhecimento

Por conta de seu feito, Alok recebeu uma homenagem da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), por iniciativa da deputada estadual Letícia Aguiar. O motivo se deu pelo artista ter realizado o primeiro show acessível para surdos de música eletrônica no Brasil, com tradução em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

A intérprete de Libras, Mariana Lima, posteriormente declarou  em seu Instagram sobre a experiência de ter sido a tradutora dos maiores sucessos do Alok neste show. Além de toda a importância do evento, ela também cita o quão significativo esse show foi para a comunidade de deficientes auditivos.

A representatividade importa!

A tradução em Libras de um show musical é um marco muito importante. Em entrevista ao Leo Dias, Alok comentou que “a música não é só o som e batida, mas também uma mistura de sentimentos e energia”. Isso inegavelmente transpareceu em seu show, pois pessoas de todos os tipos curtiram independente de suas limitações.

Diversos artistas já se apresentaram com um profissional de Libras em alguns de seus shows. Esse é o caso da banda americana Red Hot Chilli Peppers e da cantora brasileira Gal Costa, por exemplo.

Conectar-se com as pessoas é uma atitude muito importante, e a música é capaz de facilitar esta união! É mais um modo de tornar mais acessível a cultura e o entretenimento para toda a sociedade – mas sem restrições!

Recentemente, falamos sobre outro caso de representatividade. Você pode conferir aqui!

 

Voltar para Notícias