Indisposição e fadiga são sinais de perda auditiva

Indisposição e fadiga são sinais de perda auditiva

Indisposição e fadiga são sinais de perda auditiva

A perda auditiva pode ser congênita ou desenvolvida ao longo dos anos por conta de doenças, acidentes ou exposição excessiva a ruídos. Além da dificuldade para ouvir, ela também pode desencadear outros problemas, como indisposição e fadiga.

Esse fato foi comprovado por um estudo realizado pelo Departamento de Ciência da Audição e da Fala, da Universidade Vanderbilt nos Estados Unidos. O estudo analisou 149 pessoas com a média de 66 anos. Todas elas haviam passado por consultas médicas por conta de dificuldades auditivas.

O curioso é que o estudo também comprovou que o aumento da fadiga e da indisposição não estão relacionados com o nível de perda auditiva. Isso significa que até mesmo uma perda auditiva leve pode causar baixa disposição e fadiga severa.

Aparelhos auditivos podem ser a solução

A perda da audição mexe com o lado emocional das pessoas. Esse é mais um dos motivos para procurar ajuda rapidamente quando sentir dificuldades para ouvir. Ela pode levar ao isolamento social, diminuindo as atividades do cérebro.

Nesses casos, o uso de aparelho auditivo é imprescindível pois melhora a qualidade de vida do paciente. O esforço para escutar e compreender o que é falado diminui junto com a sensação de indisposição e fadiga.

Entre os efeitos positivos do uso de aparelhos auditivos, temos como principal a melhora da vida social. Muitos pacientes evitam se reunir com familiares ou com os amigos por conta da dificuldade de compreender as conversas. Com o uso do aparelho auditivo, muitas pessoas recuperam a vontade de participar dessas reuniões, uma vez que conseguem voltar a interagir.

Caso você tenha algum dos sintomas, procure um otorrinolaringologista. Cuidar da sua audição também é cuidar da sua saúde. Se preferir, você pode agendar uma audiometria na Acurys clicando aqui.

Voltar para Notícias