fbpx

Perda auditiva: quais são os primeiros sinais?

Os primeiros Sinais da Perda Auditiva

Perda auditiva: quais são os primeiros sinais?

A perda auditiva pode estar afetando você ou alguém próximo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), grande parte das pessoas com problemas na audição não procuram ajuda médica por falta de informação ou por não admitir. Diante disso, falar sobre o assunto e seus sintomas é fundamental.

O que é a perda auditiva?

A perda auditiva ocorre quando a habilidade de ouvir é reduzida e, assim, a pessoa encontra dificuldade ao conversar e ouvir outros sons. É um problema que pode aparecer em qualquer momento da vida, num processo gradual e indolor. Por esse motivo, pode demorar anos para que a pessoa perceba que tem perda auditiva, mas quanto antes o problema for tratado maior é a chance de ter bons resultados e uma melhor qualidade de vida.

Fique atento aos sinais da perda auditiva

Como dito anteriormente, é muito comum o paciente não perceber que está perdendo a audição, pois na maioria das vezes sintomas como dificuldades de manter a atenção, isolamento social, depressão, entre outros, não são relacionados com a surdez. Veja a seguir os principais sinais da perda auditiva:

1 – Dificuldade para se comunicar em lugares barulhentos ou em conversas de grupo

  • As dificuldades na comunicação são um dos principais sinais da perda auditiva. Em grande parte dos casos, a pessoa ouve, mas não consegue compreender. Por isso é muito comum que ela prefira conversar frente a frente, assim realiza a leitura labial durante a conversa, ou pede para repetir o que foi dito diversas vezes.
  • Lugares com uma aglomeração maior de pessoas como shoppings, festas e feiras, costumam ter sons de fundo que demandam maior atenção na hora da conversa. Se a pessoa estiver indisposta e com muita dificuldade de escutar e compreender a conversa nesses lugares, é importante observar.
  • A dificuldade de se comunicar durante uma conversa em grupo, também é outro sinal. O esforço demasiado para compreender as falas e também a sensação de que as pessoas estão murmurando precisa ser levado em consideração.
  • As vozes femininas e de crianças ao telefone costumam ser sons mais agudos e são. Com o tempo, esse problema piora e passa também a ocorrer durante os diálogos presenciais.

2 – Escuta de zumbido

O zumbido é caracterizado por um som percebido nos ouvidos na ausência de um estímulo sonoro externo no ambiente. O zumbido pode ser semelhante a um chiado, assobio ou outro tipo de som que causa desconforto.

O problema em si não é grave, de acordo com a Associação de Pesquisa Interdisciplinar e Divulgação do Zumbido (APIDIZ) cerca de 40 milhões de brasileiros apresentam zumbido no ouvido, o que representa 19% da população do país. Mas, ele geralmente está relacionado a outro problema de saúde, como a perda da audição. Portanto, o zumbido regularmente não pode ser ignorado.

Leia também: Existe aparelho auditivo para zumbido?

3 – Intolerância a sons intensos

Pessoas com perda auditiva também apresentam uma sensibilidade maior em relação aos sons altos. Por exemplo, quando os idosos se queixam do volume alto isso está causando desconforto nele, mesmo que para as outras pessoas o som se encontre em níveis normais. Por isso falar mais alto com pacientes surdos é prejudicial.

4 – Dificuldade para ouvir aparelhos eletrônicos

A dificuldade para escutar os aparelhos eletrônicos começa gradativamente, e com o passador do tempo a pessoa apresenta a necessidade de aumentar o volume.

5 – Isolamento social ou depressão, também pode significar perda auditiva

Para evitarem situações constrangedoras, é comum o idoso ou a pessoa com perda auditiva, evitar compartilhar pensamentos e sentimentos. Isso os leva ao isolamento social, causando um grande impacto e também levando à baixa na autoestima.  Essa limitação de fazer coisas simples em conjunto, como ir ao cinema, assistir TV ou se reunir com os familiares, somada à sensação de inutilidade, pode provocar um estado depressivo. Em casos assim, é necessário um tratamento multidisciplinar envolvendo vários profissionais especializados para auxiliar o paciente.

É preciso manter-se atento aos sinais citados e buscar um profissional especializado para análise e diagnóstico. A perda auditiva é capaz de provocar graves consequências, ocasionando até a perda da qualidade de vida.

Cuide do seu ouvido! Entre em contato com a Acurys para te ajudarmos.

Voltar para Notícias